Samar Fadel Azanki Abreu - Doctoralia.com.br

Como funciona nosso ouvido e porque ele é tão sensível?

Como funciona o ouvido

Você sabe como funciona nosso ouvido? O ouvido é uma das partes mais sensíveis e importantes do nosso corpo e justamente por isso, que o mesmo é tão importante.

Além de sua importância, sua sensibilidade também se faz bastante notada. O nosso ouvido consegue captar toda e qualquer frequência que seja alcançada por ele, portanto, não pode ser exposto a ruídos muito altos.

É preciso entender melhor seu funcionamento para que não haja problemas auditivos no futuro.

E Como Funciona Nosso Ouvido?

Diferentemente de outros sentidos que necessitam geralmente de reações químicas para serem notados ou sentidos, a audição precisa apenas de alguns movimentos físicos para captar e diferenciar o que está acontecendo.

Dessa forma, para saber exatamente como funciona nosso ouvido, é preciso entender um pouco sobre o seu funcionamento. O Ouvido humano possui 3 divisões:

  1. O ouvido externo;
  2. O ouvido médio ou cavidade timpânica;
  3. O ouvido interno.

Tudo funciona da seguinte forma: Quando as ondas sonoras percorrem todo o canal do ouvido, o mesmo cria vibrações que são entendidas como diferentes ondas. A partir daí, ao chegar ao tímpano, essas vibrações criam uma espécie de aviso para dois ossos, o martelo e a bigorna. Logo após receber a mensagem, o estribo que é outro osso do ouvido repassa a informação por todo o ouvido interno.

Em cada etapa em que as vibrações passam, vão criando uma amplificação perfeita para que a mensagem chegue de forma correta e adequada.

Perceba que a mensagem seja sentida de forma clara, as ondas sonoras percorrem várias etapas dentro do ouvido, para que sejam compreendidas de forma correta.

Mais porque o ouvido é tão sensível?

O nosso sistema auditivo é considerado um dos sentidos mais sensíveis do corpo humano. Esta sensibilidade é responsável por diferenciar quando as ondas sonoras são mais graves ou mais agudas.

Nosso ouvido suporta em torno de 20 a 20.000 hertz, ou seja, abaixo disso não é possível a percepção das ondas sonoras.

E caso ultrapasse – já fica praticamente impossível aguentar tal ruído.

Em outras palavras, nosso ouvido é extremamente sensível a ruídos externos, é por isso que devemos sempre evitar sons exagerados que acabam prejudicando nossa audição.

Cuidados com a perda de audição

Existem perdas auditivas que são irreversíveis. É por isso que aumentamos a conscientização sobre a prevalência da perda auditiva, a importância do diagnóstico precoce e as opções para agir para encontrar a melhor solução auditiva para suas necessidades.

Não espere até que seja tarde demais para começar a cuidar dos seus ouvidos!

Peça ao seu médico para incorporar exames de audição em seus exames regulares. Como a perda auditiva se desenvolve gradualmente, também é recomendável que você tenha consultas anuais de audição com um profissional de saúde auditiva. Dessa forma, você terá mais chances de reconhecer sinais de perda auditiva e cuidar o quanto antes.

Tomar medidas é importante porque a perda auditiva não tratada, além de prejudicar a qualidade de vida e a sua relação com as pessoas ao seu redor, tem sido associada a outras preocupações com a saúde, como depressão, demência e doenças cardíacas.

Veja mais em nosso site:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp