Samar Fadel Azanki Abreu - Doctoralia.com.br

Sistema Auditivo - Como nós ouvimos

Orelha Externa

Conhecido como pavilhão auricular, é responsável pela captação dos sons que circulam no ambiente e os envia para o canal auditivo.

Orelha Média

A vibração da membrana timpânica (tímpano) é responsável por transmitir o som da orelha média para a orelha interna por meio de três ossículos (martelo, bigorna e estribo) que levam o som para a orelha interna.

Orelha Interna

Composta por duas partes: cóclea – complexo sistema de células ciliadas (células sensoriais) e o sistema vestibular que envia o som para o cérebro realizar a última etapa do processamento.

Tipos de Perda Auditiva

Perda Auditiva Condutiva

perda auditiva condutiva é resultante de um problema localizado na orelha externa ou na orelha média. É causada por algum bloqueio que impede a passagem correta do som até a orelha interna. Exemplos: rolha de cera, infecções ou calcificação na orelha média, disfunção na tuba auditiva, perfuração do tímpano. Muitos dos problemas da orelha externa e média podem ser tratados com medicamentos ou cirurgia. Nos casos em que o tratamento não é efetivo, a perda auditiva resultante geralmente pode ser tratada com o uso de aparelhos auditivos.

Perda Auditiva Mista​
Perda Auditiva Condutiva​

Perda Auditiva Sensorioneural

perda auditiva sensorioneural resulta da falta ou dano de células sensoriais (células ciliadas) na cóclea e geralmente é permanente. Também conhecido como “surdez neural”, a perda auditiva sensorioneural pode ser de grau leve, moderada, severa ou profunda. Nesses tipos de perda auditiva, os aparelhos auditivos são os mais indicados.

Perda Auditiva Mista

A perda auditiva mista é uma combinação de uma perda auditiva sensorioneural e condutiva. É o resultado de problemas em ambos os ouvidos: interno e externo ou médio. As opções de tratamento podem incluir medicamentos, cirurgia, aparelhos auditivos ou implantes auditivos de ouvido médio.

Perda Auditiva Sensorioneural

Efeitos da Perda Auditiva

Idosos com perda auditiva são significativamente mais propensos a desenvolver demência ao longo do tempo do que aqueles que mantêm a sua audição saudável.

Pessoas com perda auditiva, mesmo sendo leve, são 3x mais propensas a quedas. Cada 10dB adicionais de perda auditiva aumentam os riscos de queda em até 1,4 vezes.

Os adultos com perda auditiva não tratada tendem a deixar de se envolver com a família e amigos, isolando-se socialmente. Tornando-se, assim, mais propensos a depressão, raiva e frustrações.

90% das pessoas com zumbido têm perda auditiva associada.

Os adultos com perda auditiva são mais propensos a desenvolver problemas para pensar e lembrar do que aqueles com audição normal. Também apresentam declínio de 30% a 40% em suas habilidades de pensamento.

Amigos e familiares tendem a perceber primeiro a dificuldade auditiva de uma pessoa querida. É importante envolvê-los no processo da avaliação com um profissional especializado.

Alternar conteúdo

Agende uma avaliação

Fatores de Risco

Fumar

Os fumantes apresentam um risco de 70% maior de terem perda auditiva.

Saúde Cardíaca

Estudos demonstram que um coração saudável tem um efeito positivo sobre a audição. Por outro lado, o fluxo sanguíneo inadequado e trauma nos vasos sanguíneos da orelha interna podem contribuir para a perda de audição.

Diabetes

A perda auditiva é duas vezes mais comum em pessoas com diagnóstico de diabetes.